Moto G4 e Moto G4 PlusO Moto G4chegou ao Brasil como melhor escolha da linha Moto G, mais recente e com preço mais camarada de todos os três modelos. Porém, oMoto G4 Plustambém é bom, parrudo e ainda oferece um algo extra. Será que vale a pena investir mais e levar o modelo com “Plus” no nome, ou a economia no Moto G4 é mais do que o suficiente para seus anseios?DesignTudo igual por aqui em todos os pontos, ou quase isso. O acabamento, tamanho, tela e posição de botões são os mesmos, o que também vale para dimensões e peso. Os dois aparelhos são feitos de plástico nas bordas e na traseira, que é levemente áspera, com uma tela de 5.5 polegadas em IPS LCD com resolução Full HD, mas o que muda está logo abaixo dela: no Moto G4 Plus você encontra um pequeno quadrado em relevo. Nele está o leitor de impressões digitais, que poderia ser apenas um leitor qualquer, mas que ganha seu trunfo por ficar ligado o tempo todo e permitir a leitura da digital do dono até quando a tela está desligada. Isso garante que o smartphone seja desbloqueado sem a necessidade de apertar um botão para isso. Genial.HardwareTudo igual por aqui mais uma vez. Nos dois aparelhos temos um Qualcomm MSM8952 Snapdragon 617, que roda quatro núcleos em 1.5 GHz e outros quatro em 1.2 GHz, junto de 2 GB de memória RAM e uma GPU Adreno 405. O que muda é a capacidade interna, que é de 32 GB no Moto G4 Plus e metade disso no Moto G4. Como esperado, apps do cotidiano abriram ao mesmo tempo nos dois lados, como o Facebook, Instagram e até o Twitter. Em jogos a situação foi a mesma, com o Real Racing abrindo ao mesmo tempo e com exatamente a mesma jogatina, mesma quantidade de quadros por segundo na tela e a mesma qualidade gráfica. Empate mais uma vez.CâmeraChegamos em um ponto de mudança, mesmo que bem pequena. O Moto G4 vem com 13 megapixels de resolução, contra 16 megapixels do Moto G4 Plus. A abertura de lente é a mesma (f/2.0) e o sensor é de mesmo tamanho, mas o Moto G4 Plus passa na frente por oferecer um laser para ajudar no foco mais próximo, junto de maior resolução. O resultado final é bem parecido em reprodução de cores e detalhes. Moto G4 Plus ganha.ConclusãoOlhando para o custo-benefício, junto dos empates e poucas vitórias acima, temos o Moto G4 como vencedor claro. Ele é, em média, R$ 350 mais barato do que o Moto G4 Plus, perdendo apenas em leitor de impressões digitais, laser para foco e também a memória interna (facilmente solucionável com um cartão microSD, que custa muito menos do que R$ 350). Do lado do G4 existe a adição de TV Digital de alta definição, algo que não existe no Moto G4 Plus e coloca ainda mais vantagem para quem levar o modelo mais “simples” da dupla.De longe, o Moto G4 é o vencedor, por ser mais barato e ainda entregar TV digital de altíssima qualidade. Veja um vídeo abaixo:

Moto G4 e Moto G4 PlusO Moto G4chegou ao Brasil como melhor escolha da linha Moto G, mais recente e com preço mais camarada de todos os três modelos. Porém, oMoto G4 Plustambém é bom, parrudo e ainda oferece um algo extra. Será que vale a pena investir mais e levar o modelo com “Plus” no nome, ou a economia no Moto G4 é mais do que o suficiente para seus anseios?DesignTudo igual por aqui em todos os pontos, ou quase isso. O acabamento, tamanho, tela e posição de botões são os mesmos, o que também vale para dimensões e peso. Os dois aparelhos são feitos de plástico nas bordas e na traseira, que é levemente áspera, com uma tela de 5.5 polegadas em IPS LCD com resolução Full HD, mas o que muda está logo abaixo dela: no Moto G4 Plus você encontra um pequeno quadrado em relevo. Nele está o leitor de impressões digitais, que poderia ser apenas um leitor qualquer, mas que ganha seu trunfo por ficar ligado o tempo todo e permitir a leitura da digital do dono até quando a tela está desligada. Isso garante que o smartphone seja desbloqueado sem a necessidade de apertar um botão para isso. Genial.HardwareTudo igual por aqui mais uma vez. Nos dois aparelhos temos um Qualcomm MSM8952 Snapdragon 617, que roda quatro núcleos em 1.5 GHz e outros quatro em 1.2 GHz, junto de 2 GB de memória RAM e uma GPU Adreno 405. O que muda é a capacidade interna, que é de 32 GB no Moto G4 Plus e metade disso no Moto G4. Como esperado, apps do cotidiano abriram ao mesmo tempo nos dois lados, como o Facebook, Instagram e até o Twitter. Em jogos a situação foi a mesma, com o Real Racing abrindo ao mesmo tempo e com exatamente a mesma jogatina, mesma quantidade de quadros por segundo na tela e a mesma qualidade gráfica. Empate mais uma vez.CâmeraChegamos em um ponto de mudança, mesmo que bem pequena. O Moto G4 vem com 13 megapixels de resolução, contra 16 megapixels do Moto G4 Plus. A abertura de lente é a mesma (f/2.0) e o sensor é de mesmo tamanho, mas o Moto G4 Plus passa na frente por oferecer um laser para ajudar no foco mais próximo, junto de maior resolução. O resultado final é bem parecido em reprodução de cores e detalhes. Moto G4 Plus ganha.ConclusãoOlhando para o custo-benefício, junto dos empates e poucas vitórias acima, temos o Moto G4 como vencedor claro. Ele é, em média, R$ 350 mais barato do que o Moto G4 Plus, perdendo apenas em leitor de impressões digitais, laser para foco e também a memória interna (facilmente solucionável com um cartão microSD, que custa muito menos do que R$ 350). Do lado do G4 existe a adição de TV Digital de alta definição, algo que não existe no Moto G4 Plus e coloca ainda mais vantagem para quem levar o modelo mais “simples” da dupla.De longe, o Moto G4 é o vencedor, por ser mais barato e ainda entregar TV digital de altíssima qualidade. Veja um vídeo abaixo:

Fonte: TudoCelular.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *